NOTÍCIAS

Os melhores imóveis já são os dos particulares. spreads estão mais baixos

´´Lixo`é aquilo que os bancos têm agora, depois de em 2013 terem vendido mais de 10000 imóveis. No ano anterior, os bancos venderam mais 50% que em 2012 e neste momento, imóveis de pouco valor e na periferia é o que resta.

Os bancos libertaram-se já, (na sua maioria) dos activos (imóveis), que detinham em carteira, o que os levou e ainda leva a praticar condições especiais de financiamento, para quem recorreu/recorre ao crédito habitação.

Depois de se terem livrado da maior parte deles, os que ainda existem, ou são de fraca qualidade ou fora dos grandes centros urbanos.

Se as coisas já estão a mudar e é público que o BPI e o Santander Totta, começaram já a captar financiamentos para imóveis de particulares, temos já a certeza que

a recuperação da economia e

a concorrência entre as instituições financeiras,

voltarão a oferecer spreads de 1% muito brevemente, tese essa também defendida por Luis Lima, presidente da APEMIP em entrevista concedida ao jornal Negócios, pertença do grupo Cofina.

Esta é também uma boa noticias, para os poucos clientes que preferiram comprar casas e não spreads, que encontrarão nessa concorrência entre as instituições bancárias, o caminho para reduzir os spreads então contratados.

 Atente-se que este clientes, preferiram na altura adquirir habitações mais baratas e em melhor estado do que algumas oferecidas pelos bancos, mas com spreads mais altos, mas  inteligentemente

preferiram comprar casa e não spreads.

 

Publicada por Gaiphedra